- ORQUESTRA SINFÔNICA DA UFMT -



Fruto de um projeto visionário dos Reitores Gabriel Novis Neves e Benedito Pedro Dorileo, a Orquestra teve sempre a atenção dos dirigentes que, à frente da UFMT, acreditavam na importância de um conjunto especial de música de qualidade para contribuir na formação dos homens e mulheres de Mato Grosso. Com seus concertos em praça pública, onde reuniram até trinta mil pessoas, vários mato-grossenses tiveram seus primeiros contatos com o universo da música erudita ou mesmo da música popular, com arranjos especiais que garantiam a qualidade musical necessária.

O cenário musical brasileiro passou em Mato Grosso nos últimos trinta anos acompanhados pela Orquestra Sinfônica em concertos memoráveis no Teatro Universitário, Museu do Rio, Teatro do Liceu Cuiabano, Academia Mato grossense de Letras, Teatro do IFET, etc. Apresentações mágicas na Chapada dos Guimarães com Gilberto Gil, Roupa Nova, Gal Costa, Tetê Espíndola, 14 Bis, Vanguart, Macaco Bong, Linha Dura e Dj Taba, Dj Farinha, entre outros importantes artistas, estabeleceram um diferencial na história da Orquestra possibilitando que cada vez mais a comunidade pudesse ter acesso e garantia de qualidade na sua formação musical.

A música regional teve lugar de destaque na história da Orquestra quando Pescuma, Henrique, Claudinho, Pineto, China, Novos Chorões, Filhos da Pauta, Sarau Cuiabano, Erre Som, Strauss, tocaram pela primeira vez com uma orquestra sinfônica, reafirmando assim a qualidade da música mato-grossense nos mais diversos estilos. A universalidade musico – cultural foi uma marca nos últimos anos da Sinfônica.

Responsável pela montagem da primeira ópera completa em Mato Grosso nos tempos modernos - “A Flauta Mágica” de Mozart em 2006 -, a OSUFMT mostra vigor quando se une ritmos nunca antes pensados para uma orquestra sinfônica. Música eletrônica e lambadão foram ouvidos pelos instrumentos do grupo em concertos que desafiaram a capacidade musical de todos no palco. Como ferramenta de educação, com o objetivo de formação de platéia e músicos instrumentistas, propõe e desenvolve projetos de iniciação e conhecimento da música de concerto, formação de platéia como o Projeto “Divina Música” nos anos 2000 e 2003 Concertos da Paz e Natalinos, no Parque Mãe Bonifácia, além de representar Mato Grosso em outros estados.

Como forma de homenagear Mato Grosso e sua musicalidade, nos anos em que a Orquestra completou 30 temporadas, apresentou o projeto MEMORIAL 30 ANOS, homenageando grandes maestros, músicos e personalidades que fizeram a história da música de qualidade em Mato Grosso.

Quatro Maestros titulares passaram pela história da Orquestra nos últimos trinta anos: Konrad Wimmer, Marcelo Bussiki, Ricardo Rocha e Roberto Vitório. Em 2002, Silbene Perassolo foi a primeira mulher a dirigir a Orquestra, permanecendo toda a temporada. Cada um, dentro de suas características, foram condutores de um período especial para a música mato-grossense. Atualmente está sob a batuta de Fabrício Carvalho.


sexta-feira, 7 de maio de 2010

" Orquestra Sinfônica a todo vapor no mês de Abril "


A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) preparou para o mês de abril uma série de concertos e ensaios da Orquestra Sinfônica, abertos à comunidade dentro e fora do campus de Cuiabá. Hoje (15), às 18h30, o ensaio aberto será na Faculdade de Direito (FD) da UFMT, no dia 20 acontece às 18h30, no Instituto de Linguagens (IL), no dia 22 será realizado um concerto para as escolas, às 17 horas, na Assembléia Legislativa. Já nos dias 25 e 27 serão realizados concertos no Teatro Universitário, às 20 horas e para encerrar o mês, o último evento ocorrerá, às 19 horas, no Teatro Universitário, durante o III Serex, que será aberto no dia 28. Nos ensaios abertos, o público terá a oportunidade de conhecer de perto os instrumentos que compõe a orquestra, conversar com os músicos e maestro, além de saber mais sobre os compositores que integram o programa da Orquestra Sinfônica da UFMT (OSUFMT). No repertório, obras de Richard Wagner (abertura da ópera Os Mestres Cantores de Nüremberg), Albert Ketelbey (Sanctuary of the Heart), Jean Sibelius (poema sinfônico Finlandia), Ernesto Lecuona (Andalucia), Georges Bizet (Suite da ópera Carmem) e o brasileiro Lorenzo Fernandez (Batuque, da suíte Reisado do Pastoreio).

" Orquestra Sinfônica participa de Concerto Casa Cidadã "



A Orquestra Sinfônica da UFMT fará uma apresentação na Assembléia Legislativa, na Galeria de Presidentes, nesta quinta-feira (22), às 17 horas. ´´Concerto Casa Cidadã`` destina-se, principalmente, às escolas de Cuiabá, mas é aberto ao público, com entrada gratuita. O concerto na Assembléia Legislativa faz parte da programação da Orquestra para abril, que inclui, também, um ensaio aberto hoje (20), logo mais, às 18h30, no Instituto de Linguagens (IL). Nos dias 25 e 27, serão realizados concertos no Teatro Universitário, às 20h e, para encerrar o mês, o último evento ocorrerá, às 19h, no Teatro Universitário, durante o III Seminário de Extensão do Centro-Oeste (Serex), que será aberto no dia 28.Nos ensaios abertos, o público terá a oportunidade de conhecer de perto os instrumentos que compõem a orquestra, conversar com os músicos e maestro, além de saber mais sobre os compositores que integram o programa da Orquestra Sinfônica da UFMT (OSUFMT). No repertório, obras de Richard Wagner (abertura da ópera Os Mestres Cantores de Nüremberg), Albert Ketelbey (Sanctuary of the Heart), Jean Sibelius (poema sinfônico Finlandia), Ernesto Lecuona (Andalucia), Georges Bizet (Suite da ópera Carmem) e o brasileiro Lorenzo Fernandez (Batuque, da suíte Reisado do Pastoreio).